quinta-feira, novembro 23, 2006

Instantâneas de Duino









Rilke escreveu nesta mesa.

A vegetação esconde um caminho panorámico batizado em honor ao poeta alemão.

Que formoso lugar! O povo de pescadores, encantador apesar do turismo, conserva o seu carácter humilde e oculta, ou melhor, protege, o castelo pertencente à família Turm und Taxis (Torre e Lasso em italiano), que hoje permite as visitas do público e expõe muitos objectos relacionados com a história do lugar. As jóias, é claro, são as lembranças de Rainer Maria Rilke, quem passou uma temporada como hóspede de Marie Von Turm und Taxis e que escreveu lá as inesquecíveis Elegias do Duino e os Sonetos a Orfeu. Resulta emocionante contemplar originais das suas cartas à princesa e a mesa onde o poeta sentava a escrever cada tarde. A vista é duma beleza arrebatadora e é fácil compreender que o lugar proporcionara a inspiração necessária para que o Rilke terminara a sua obra.

O delicioso jardim impressiona pelo cuidado e variedade das suas flores e plantas. Também é destacável o bunker oculto. O castelo foi usado pelos alemães como base secreta de submarinos durante a 2ª Guerra Mundial e, trás a liberação da Itália, ocupado pelos ingleses.

Etiquetas: , , ,

|

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

adopta tu também uma mascote virtual!