quarta-feira, agosto 02, 2006

Os libros arden mal, de Manuel Rivas

Algumas coisas ouvidas a Manuel Rivas durante a assinatura de exemplares do seu último romance Os libros arden mal, na Feira do Livro de Pontevedra (16 de Julho de 2006):

Lida de princípio a fim, o livro tem uma estrutura clássica, mas também é possível ler as pequenas histórias uma a uma como se fossem independentes.

Ao escrever pensava num romance no que o leitor devorasse página trás página sem poder soltar o livro. Pelo menos, esse é o meu sonho.
Ainda estou metido no romance, nas personagens. Ainda não consegui livrar-me deles.


O escritor sorria e tinha palavras amáveis para todo o que se achegava à mesa onde assinava. A uma rapariga animou-a a ler muito, porque para escrever bem, há que ler bem. Acompanha a sua assinatura com o desenho duma esfera armilar e um barco ou um arco da velha. É bom que os escritores se mantenham tão perto dos seus leitores, mas fazê-lo com tanta naturalidade e amabilidade está nas mãos de bem poucos.

Os libros arden mal, de Manuel Rivas, está editado por Xerais.

Etiquetas: ,

|

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

adopta tu também uma mascote virtual!